scripts para funcionamento do site
Skip Navigation LinksHome > Empresas > Capacitação e Certificação

Mão de obra qualificada

Garantir a empregabilidade do capixaba é um dos objetivos do Governo do Espírito Santo. Por isso, a Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia, Inovação, Educação Profissional e Trabalho (Sectti) oferece o Programa Capixaba de Qualificação do Trabalhador (PCQT), que também integra o Programa Integrado de Educação Profissional e Tecnológica (Proitec).

O Proitec tem o objetivo de ampliar a educação técnica de nível médio e de formação inicial e continuada, reunindo as redes de ensino federal, estadual e privada. Além disso, o programa prevê a construção de 20 escolas técnicas estaduais nos municípios onde não há unidades do Ifes ou do Sistema “S” – Sesi, Senac, Senai, Senar e Senat.

O programa é coordenado pela Sectti, em parceria com as secretarias da Educação; Turismo; Saúde; Desenvolvimento; Assistência Social, Trabalho e Direitos Humanos; o Instituto Federal do Espírito Santo – Ifes e as unidades do Sistema 'S' – Sesi, Senac, Senai, Senar e Senat.

Aplicado em vários municípios do Estado, o PCQT oferta cursos em diversas áreas para que trabalhadores, do campo e da cidade, cresçam pessoal e profissionalmente, já que um cidadão qualificado tem mais chances de entrar ou se manter no mercado de trabalho.

Entre os objetivos do PCQT estão: desenvolver novos conhecimentos; ampliar as possibilidades de conseguir emprego; aumentar as chances de permanecer no mercado de trabalho; elevar a produtividade, melhorar o desempenho e a satisfação no trabalho; dar novas perspectivas de ascensão profissional, de elevação do salário ou renda; contribuir para a formação técnica, cultural e cidadã das pessoas; e preparar para trabalhar por conta própria ou montar seu próprio negócio.

São oferecidas mais de 30 modalidades de cursos nas mais diversas áreas, tais como: artesanato, agronegócios, alimentação, confecção, educacional, turismo, metalmecânica, construção civil, comércio e serviços, transporte, gestão, mecânica, elétrica, petróleo e gás, administrativa, apoio e logística. A carga horária de cada curso tem duração média de 200 horas/aula, que pode ser alterada dependendo da modalidade.

Para se inscrever é preciso procurar a Agência do Trabalhador (Sine) do seu município ou entrar no site do Ministério do Trabalho e Emprego, Portal Mais Emprego, ( www.maisemprego.mte.gov.br) e preencher o cadastro. E, para ter acesso ao número de vagas ofertadas pelos Sines do Estado, basta clicar aqui.

As pessoas que já se inscreveram no Sine não precisam retornar à agência, pois o cadastro já foi realizado e elas serão chamadas, de acordo com o sistema, seguindo as premissas: público alvo, tempo de desemprego e demandas na região.




Fale com o Governo

Envie dúvidas, comentários e sugestões